O que você encontra aqui?

Coisas do mundo e conceitos da autora, que tem uma visão contemporânea do comportamento humano.

quinta-feira, 2 de novembro de 2017

Egos inflados nas redes sociais e personal profile


Muito.
Muito cansativo.
Uma vez, você até pode considerar brincadeira.
Duas? Provocação, carência, quer chamar a atenção.
Na terceira, você tem vontade de não responder. Mas lembra que o perfil é seu.
Daí, você "agradece a sua participação", ou seja, tem uma resposta elegante e diplomática.
Mas isso acontece tipo... sempre? Daí, só resta uma coisa:
divã do pensamento.


De boa, pessoal: não faça das redes sociais algo que tenha uma discussão...

Chata
Interminável
Um show de horror
Um festival de tretas com direito a pipoca virtual

Os outros ficam assistindo a dando gargalhada. Como em briga de casal, tá ligado? Pense mais. Discuta menos aqui e #borapramesadebartomarumclericot?



Não respeitar o perfil alheio também é falta de educação. Não concorda? NÃO COMENTE. Alguém pediu sua opinião, no post? Não? Passe adiante. Valorize mais uma amizade, uma relação. Vença o seu ego. Respeite. E se quiser MUITO comentar, CRIE SEU PRÓPRIO post em SEU perfil.



Pense assim: Se eu nunca gero polêmica no perfil alheio, porque outros julgam-se no direito de fazer isso no meu? Como respondeu um amigo: pelo EGO INFLADO!


O objetivo das redes sociais é gerar relacionamentos. Não tretas. HELLO. Nem tudo depende do Facebook ou qualquer outra rede social. Eles são ferramentas.
Seres humanos (ao menos, parecem ser) devem fazer uso dessas ferramentas. Com bom senso. HELLO.

Por
que???
Alguns insistem em contrariar alguns em perfis alheios? Por que???
Nunca entenderei. Nunquinha mesmo. Nada justifica.


A paixão de extremos, seja da esquerda ou direita, cega o bom senso. Cada vez mais isso. Que triste. Pessoas de todos níveis intelectuais, tornam-se imunes ao bom senso, mediante a paixão. Especialmente, nas paixões políticas. Lamentável.

Por isso que rede social no Brasilis acaba.
Porque tudo vira treta.

Porque tem gente que não respeita perfil alheio. Porque tem gente que simplesmente não entende que não precisa deixar sua opinião em postagens alheias. Gente que não entende que, se não concorda, simplesmente não assiste. Não escreve. Ou escreva em seu perfil.

Não se trata de buscar concordância. Ou de fugir de discussões. Se trata de maturidade digital.

Se trata de que ESCREVER uma discussão é CHATO PARA CARALEO. DE NOVO: quer discutir, mesa de bar. Clericot. Petiscos em geral. Batidas na mesa. Risadas. E o que for para CONSTRUIR CONCEITOS e FORTALECER AMIZADES. De resto, é uma discussão besta e interminável, onde os não envolvidos "assistem" de camarote e fazem torcida para um ou outro lado.


AFF até 2095.

sábado, 28 de outubro de 2017

Envelheça sem ficar velho


O problema de envelhecer, não é o passar dos anos. O problema é ficar velho.

Velho de ideias. Não se adaptando.
Velho de arrogância. Achando que o antes, era melhor ou já era bom.
Velho de sabedoria. Simplesmente expressando opiniões que só colaboram para um mundo mais polarizado.

Tempo. Idade. Mente.
Somos a soma do que nossa mente transforma nosso tempo.


Delícia
Desejo
Descoberta
Desenvolvimento
D I V E R S Ã O D E M A S I A D A

D. De Dóris. De Diva. Divã. Doida. Demais.

Os maus dos maus exemplos


O mundo. Estranho mundo.
Líderes que não gostam de gente, governando gente.
Pessoas que não são exemplo de civilidade nem em seus lares, servindo de exemplo para casamentos. E dando autógrafo.
Líderes que não conseguiram governar um país, "ensinando" sobre Economia.
Aqueles que não valorizaram nem as suas, dando aulas para crianças.


É. Noção está sendo cada vez mais, mais rara.

Na boa: não há o que não haja. Ou aja, de agir? Ajax? Oi e HELLO. Cada um, cada qual. Mas eita: o que está faltando para as pessoas serem mais "olho-no-olho"? E isso: https://m.oglobo.globo.com/sociedade/tecnologia/aplicativo-sarahah-vira-febre-especialistas-alertam-para-cuidados-no-uso-21688825


Bem de boa, chegamos em uma época estranha. Muito estranha. Época que só nos resta (SQN) usar uma boa capa de chuva para nos proteger de ejaculações pela rua. EITA. Rir para não chorar.


Diversa Diversidade Humana


Tudo que não possui uniformidade, pode nos distinguir.

Gera características próprias e exclusivas. E isso é muito bom. O que eu tenho de único, me distingue, e embora não seja uniforme, contribui para um mundo mais humano.


Equipes heterogêneas somam mais. Muito mais. Produtos e serviços, idem. Relacionamentos, ô.

E o assunto diversidade é muito, muito recente. Infelizmente. Muito a se evoluir.

E parem de dizer dois absurdos incríveis:
1) Quem defende diversidade, é homossexual ou petista (HELLO, ACORDE):
1.1) Você não precisa ser algo ou alguém para perceber que aquele assunto precisa ser abordado ou defendido;
1.2) Questões sociais e humanas não são assuntos que devam ser abordados somente pela esquerda.
2) Se crianças souberem ou conviverem com a homossexualidade, serão homossexuais (HELLO, ACORDE DE NOVO).

Falar sobre terrorismo, não me torna terrorista. Mas defendê-lo, me torna parte do terror.



Existe ATÉ a família tradicional.
Mas ela não é a única, nem necessariamente, a melhor.
Em nome dela, existe muito preconceito, brigas e sofrimento. PERCEBA. Veja: http://www.fronteiras.com/artigos/a-familia-tradicional-e-realmente-o-que-queremos

Free Tail
OU
Get yours off the line.
Muito praticada no Brasil e no mundo, essa é a estratégia do momento. EITA.


Quando leio ou escuto certos comentários pelo mundo, uma das coisas que mais me apavoraram (além de preconceitos surreais), é a falta de capacidade em adaptar-se a novos comportamentos contemporâneos.

Dá uma preguiça em argumentar! Por que? Porque será tempo lost. Lost time.


Depois de um tempinho de vida, entendemos que aceitar é respeitar. E acima de tudo, aceitar que você não veio ao mundo pela unanimidade. Que afinal, nem todos gostarão de você, INDEPENDENTE do que você faça ou diga. Alguns não gostarão de você pelo simples fato de você existir.

Que
P
E
N
A

Mas não há nada que se possa fazer. A não ser, respeitar. Por isso, fale sua opinião. Especialmente naquele espaço que é seu.

Que pena se alguém que você gosta, não entender. Afinal, existe muito ENVE no mundo.
Eles
Não
Vão
Entender.

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Iguais Diferentes e Burning Man


Mesmo que sejam lados opostos, podem ser iguais-diferentes.

E isso pode ser muito bom em algumas coisas. E muito ruim em outras coisas. Então??? A questão é saber S.E.P.A.R.A.R. E viver bem com isso.



Burning Man. Homem como ser, em chamas.

Chamas
de
paixão
Pela energia que brota de cada ser humano por todos em um só.



É mesmo. De perto ninguém é assim... vamos dizer... normal! Quem foi meu aluno vai lembrar que eu dizia: "Não seja Miss ou Mister Buff". Gente que sempre tá bufando/revirando os olhos:

C
H
A
T
A
ao extremo e #vaidarquepassa! Hello e vai viver.


Gente doida nos faz perder tempo


Tempo perdido? Sim e não.
É o tempo que nos perde!

Isso vale para relações íntimas, diga-se de passagem.
Crush ou "Coisinha de Jesus", como brinco.
Peguetes ou affairs.
Ficantes.
Projetos de namorados.
Aquele ou aquela por qual você nutre segundas e milhares de intenções e às vezes esconde.

Sabe, tudo na vida precisa ser cultivado. A isso, chamamos respeito. Estamos vivendo um tempo, em que essa virtude é rara. E acontece até com aqueles que a gente diz: "Poxa, mas parecia tão legal". É. Parecia. Bipolaridade passageira? Vai ver.

G
E
N
T
 E 
muito doida.




PS: E isso vale para visualizações sem os dois risquinhos azuis.
PS 2: Não. Eu não quero ser assim. Nunca fui. Nunca serei.
PS 3: Obrigada De Nada.

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Namorando ou Ficando?


Por que morrem de preguiça os rasos? Porque a profundidade impulsiona.

Não tenho paciência com a falta de profundidade. Com o faz-de-conta. Nesses casos, é de rachar o crânio.


Nós não deveríamos nos unir a quem representa problemas.
Somente a quem nos entrega:
Chocolates ou tudo que representa o amargo mais doce
Sushi e sashimi como se fosse a primeira vez
Morangos + Perfumes + Rosas + Viagens + Festas
A lua
O sol


A gente deveria ter do lado da gente aquele ou aquela que transforma...
... até um anel de papel de bala, em jóia.


Uma pergunta postada no perfil de amiga, me deixou curiosa: Então, o que significa "Relacionamento aberto"? Minha resposta no post dela foi "Sem cobranças, sem compromisso, sem sentimento e sem futuro. E em resumo: sem maturidade. Egoísta".


E como faz aquele que desce a duna com emoção?
F
e
c
h
a
os olhos e vai. Sobe e desce. Sempre. Mais. E mais.



Égua! "Tá junto ou tá meio junto?" É. Talvez estejam faltando mais O Zecas e A Zecas no mundo. É. Égua. Descobri. Eu sou uma Zeca.

PS 2: Acho que a pior coisa que a minha geração hedonista inventou, foi a história do "ficar". Fica-se demais, mas tem-se de menos. E isso reflete na época que vivemos. Época de liquidez em tudo que se faz, diria Sygmund Bauman.

Cardápio de Opções


UM CARDÁPIO DE OPÇÕES. Vivemos isso.
Opção.
A opção é uma coisa boa.
Mas é uma coisa ruim.
Cansa.
Estressa.


E faz com que aqueles que não sabem exatamente o que querem, tenham uma constante indefinição do que seria legal ser prioridade. Afinal, enquanto existirem opções (e somos nós que as definimos como opções) não existirá de fato, prioridade.

Vale para trabalho.
Atividades.
Habilidades.
Relações em geral.


Priorizar é escolher. E escolher, determina que não poderemos ter tudo em nossa vida.

This is the question.
Ser ou não ser.
Ter ou não ter.
Ou isso ou aquilo.


Nem sempre, e quase sempre, poderemos ter, estar, ficar ou pertencer a coisas/situações/pessoas conflitantes de nosso esforço, tempo, dedicação e sentimento. Então, a regra do “8 ou 80”, para muitas situações da vida, é sim, a maior prioridade. E na boa, deveria ser a única.


Por isso, escolha. O que lhe faz feliz? O que você quer da vida? Das pessoas? O que é você?

Adaptar-se é bom. É legal. Mas não pode ser o tempo todo. Ou pode, sei lá. 

Em algum momento, você para de parar. Ou de seguir. Ao menos um pouco. A questão é: que momento?

Na real, não é que não se faça questão, mas legal é fazer questão de quem faz questão da gente.

EBAAAA! Bom te ver!


Penso, logo, existo. E... se você está aqui, quer saber como eu penso. Se quer saber como eu penso, no mínimo, é curioso.


Curiosos ALOHA fazem bem para o mundo. Então, é nós no mundo, porque não viemos aqui a passeio!


Busco uma visão de longo alcance, sem aceitar verdades absolutas, preservando valores ALOHA, que são o ideal para um mundo mais honesto e verdadeiro.

Assuntos desse blog

Siga-me por email