O que você encontra aqui?

Coisas do mundo e conceitos da autora, que tem uma visão contemporânea do comportamento humano.

terça-feira, 13 de junho de 2017

Mulheres inteligentes e seus dilemas limitantes



Do site “Fatos Desconhecidos”:

"Mulheres mais inteligentes demoram mais para encontrarem um(a) namorado(a). Isso porque elas preferem ficar sozinhas do que com a pessoa errada".


E PARA ACERTAR, É PRECISO SORTE. E ALGO PARA O MAU OLHADO. AHAM.

Oi? Mas afinal, o que é “a pessoa errada”? Oi? Qual o padrão que estabelecemos? E somos nós, por acaso, pessoas certas? E de novo, para quem? Pelo julgamento de quem?

Tá. Tá bom. Ok. Sei que porém, os padrões existem. Sempre existirão. Ou não. Depende, de novo, de nós. Então, vamos combinar: Menos, tá? A gente pode ser menos chato. Mas tem que ser firme. Foco. Então, de novo: que foco? Aff.

Até sim. Aquele lance de “pegar os certos”. Lá do início. Mas toda mulher inteligente, dá uma "emburrecidinha” às vezes. A carne é fraca. E ela se permite errar. Entre outros fatores.

A diferença é que a inteligente sai mais rápido das furadas da vida. Dá a volta mais rápido. Acho que ISSO é o que importa. Errar, no stress. Recuperar-se, eis o que realmente importa. Afinal, tudo é aprender. Aprendizado.

E o ex parceiro da inteligente, só vai sofrer, quando cair a ficha e perceber que a perdeu. Ou não. Mas daí, isso não pertence mais a ela. Esta é a vida. Ces't la vie.

"Relações que façam sentido". Esse é o cerne da questão. ISSO é o que importa. E fazer sentido: para quem? Até quando? Ai. Viver não é fácil. Não é brinquedo, não. Dona Jura. JUUUUUUUUURA!


Só se for trouxa. HELLO.


Hoje sou mais racional. E por isso, apesar de um misto de romântica e racional, tenho uma visão romântica-sexual.

Como assim? Prezo e gosto da fidelidade, mas TENHO CIÊNCIA, que nossa natureza, nos faz desejar não somente o objeto de nosso amor.

E por isso, a medida que amadurecemos, aprendemos a viver com essa dualidade. Esses nossos dois EU´S. Um que é fiel, e quer ser fiel a quem amamos, e um que é o louco desejoso de explorar todas nossas fantasias.

Por isso, acredito no conversar dos casais. No descobrir-se e abrir-se, de forma madura. Demonstrando e desenvolvendo esses desejos, de forma respeitosa. Como fazê-lo?

Cada casal, deve encontrar seu modelo ideal de relação. Mas mentir, dentro do possível, não. E para isso, é preciso construir uma relação. Amores de construção. Acredito nisso. Sei que você me entende. Não se trata do "pode tudo". De forma alguma. Trata-se de ser verdadeiramente, uno na individualidade. SINCRONICIDADE. Né mesmo?


Eis o cerne do que vivemos na contemporaneidade: as pessoas querem ter o poder sobre o outro, através do desejo que despertam nesse outro. Não por amor. POR PODER.

Talvez seja essa a dualidade do ser. Impulso e sentimento. Considerando que impulso é mais ilógico, completamente carne. E o sentimento, vem das vísceras, mas de forma mais racional, da alma.


E inspirada por uma amiga (Esse da foto é Jason Momoa), eis: “Senhor, multiplica. Multiplica, Senhor!”



Nenhum comentário:

EBAAAA! Bom te ver!


Penso, logo, existo. E... se você está aqui, quer saber como eu penso. Se quer saber como eu penso, no mínimo, é curioso.


Curiosos ALOHA fazem bem para o mundo. Então, é nós no mundo, porque não viemos aqui a passeio!


Busco uma visão de longo alcance, sem aceitar verdades absolutas, preservando valores ALOHA, que são o ideal para um mundo mais honesto e verdadeiro.

Assuntos desse blog

Siga-me por email